Você sabe como começou a se comemorar o Dia Internacional da Mulher com flores no Brasil?

Em março de 1986, o diretor de marketing da então recém criada Associação dos Lojistas de Flores do Estado de São Paulo (ALFESP), Edison Alexandre - atualmente presidente do SINDIFLORES - teve a ideia de chamar a atenção dos floristas para o potencial de vendas nesta data, período considerado fraco para a comercialização de flores, pois que ainda distante do campeão Dia das Mães. 

Ele realizou, então, uma incrível e abrangente ação promocional, ainda inédita no Brasil: foi para as ruas e ofereceu um botão de rosa a cada mulher que encontrava pelo caminho. 

Ao longo de uma semana, cerca de 50.000 mulheres receberam, pelas ruas de São Paulo, um botão de rosa com uma mensagem impressa em um cartão: “Nossos cumprimentos pela passagem do Dia Internacional da Mulher”. Ao mesmo tempo, a data – 8 de março – era lembrada em 20 gigantescas faixas espalhadas pelas principais avenidas da cidade e em outras 300 faixas menores colocadas nas fachadas das lojas, dando a sugestão: “Elas merecem flores”.

Esta primeira campanha promocional teve custos estimados em 300.000 cruzados, incluindo os gastos com flores distribuídas gratuitamente às mulheres, a confecção dos cartões e das faixas.

Fonte: Revista Afinal, 3 de março de 1986.