Mercado de flores e plantas projeta crescimento

O desempenho foi bom no primeiro trimestre deste ano e o segmento de flores e plantas segue com boa expectativa. Variedades como orquídeas, rosas e antúrios têm apresentando crescimento considerável nos volumes comercializados nas últimas semanas e podem contribuir para o bom desempenho das vendas. Outro destaque que pode alavancar as negociações é o início da temporada de tulipas, que coincide justamente com o período do Dia das Mães.

Mesmo com a instabilidade econômica o segmento de flores e plantas sustentou a continuidade no fornecimento, apresentando inclusive crescimento dentro das redes de autosserviços e homecenters. Embora a economia ainda esteja em recuperação a expectativa para a data, uma das mais importantes para o comércio, é de crescimento para todos os segmentos, e dentro do setor de flores e plantas ele se estenderá, alcançando todas as categorias (flores de corte, vasos e plantas verdes).

Segundo levantamento do departamento Comercial da Cooperativa Veiling, de Holambra/SP, o volume de produtos comercializado para o Dia das Mães este ano, deve ser superior a 5% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram negociados aproximadamente 19 milhões de unidades. Enquanto que o faturamento deve atingir 8% de crescimento. Uma perspectiva bastante positiva visto que, de forma geral, o comércio varejista prevê índices em torno de 2% no crescimento nas vendas (FCDLESP - Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo).

Para o segmento de flores e plantas, o Dia das Mães é a data de maior movimentação mercadológica, sendo aguardada com entusiasmo por toda a cadeia produtiva, logística e comercial. Para atender a esta demanda, produtores e clientes se prepararam com bastante antecedência, antecipando suas negociações e o fechamento de contratos.

Fonte: Agrolink