EM FOCO: A fachada é o cartão de visita da empresa

É o contato inicial do público com o estabelecimento comercial e vale o ditado de que “a primeira impressão é a que fica”. É a fachada que muitas vezes determina a entrada do consumidor na loja. Seu apelo deve ser rápido, direto, simples, objetivo e, principalmente, criativo.

A fachada desperta a atenção de novos clientes e como o consumidor dedica apenas uma fração de segundo a ela, deve ser composta de elementos que ajudarão na sua decisão de entrar ou não no estabelecimento.

A comunicação com o público deve seguir uma hierarquia de informações : nome da empresa, o que vender e depois o telefone, local e promoções.

O tamanho do letreiro e da logomarca são definidos de acordo com o local da loja, considerando-se o público a ser atingido, se pedestres ou consumidores de carros, ou ambos.

A porta de entrada deve facilitar ao máximo o acesso, devendo comportar a passagem de um carrinho de bebê ou de uma cadeira de rodas.

Se houver uma vitrine externa, os produtos devem ser exibidos, dando uma ideia da personalidade da loja.

A colocação de um toldo é importante para proteger a vitrine e os consumidores que param em frente a loja, além de expandir a fachada.

A fachada é o espaço para marketing, pois através dela o cliente identifica e reconhece a floricultura, grava no seu subconsciente e vai lembrar-se quando necessitar do produto.


 

Texto retirado do "Manual da floricultura modelo", Sindiflores.