EM FOCO: Uma calçada bem cuidada faz com que o cliente veja a loja com bons olhos


A calçada é parte integrante do estabelecimento comercial e pode ser o primeiro contato com o cliente. Quando bem cuidada, sinalizada, sem armadilhas com o piso apropriado, proporciona conforto e segurança ás pessoas que por ela transitam.

As prefeituras possuem leis que dispõe sobre a conservação das calçadas e sujeitam os responsáveis pelo imóvel ao pagamento de multas e indenização de vítimas. A calçada deve ter a superfície regular e material durável, não escorregadio ou derrapante. Os materiais considerados adequados pela lei, são: concreto, ladrilho hidráulico e o mosaico português, levando-se em conta a harmonia e a estética, a qualidade, a durabilidade e facilidade de reposição.
Lembrar sempre dos pedestres, especialmente das pessoas com dificuldades de locomoção.

Para o cliente uma calçada deteriorada pode representar o perfil da loja: “calçada mal cuidada, loja mal cuidada”.

Por outro lado, uma calçada bonita e limpa convida o cliente a olhar para dentro da loja e apreciar as mercadorias comercializadas.
Não se pode esquecer que a somatória de pequenos detalhes levará a grandes conquistas e uma calçada mal cuidada fará com que o cliente entre com o pé direito (e o esquerdo também) na floricultura.

 

Texto retirado do "Manual da floricultura modelo", Sindiflores.