Paisagismo Ecológico

Os dez Mandamentos do Paisagismo Ecológico

No combate de agrotóxicos e biocidas em ambientes naturais é necessário que conheça os Mandamentos do Paisagismo.
 
I - Como responsável pela recriação e conservação dos ambientes vivos procurarei sempre alcançar, mais do que a beleza estética para deleite puramente humano, o estabelecimento de condições para a preservação da flora e fauna silvestres.
 
II - Darei absoluta preferência ao uso de espécies vegetais nativas nos parques, praças e jardins, em especial aquelas que apresentarem melhores condições para abrigo e alimentação da fauna.
 
III - Buscarei promover e implantar a diversidade de espécies e ambientes, rompendo com a pseudo-estética burra dos jardins pasteurizados e estéreis que são fruto do paisagismo anacrônico que destruam ambientes naturais, bem como de seus responsáveis.
 
IV - Promoverei a denúncia e a execração pública dos projetos de "urbanização" ou paisagismo anacrônico que destruam ambientes naturais, bem como de seus responsáveis.
 
V - Ao realizar excursões de campo para coleta de material botânico, serei parcimonioso e respeitarei a sobrevivência das populações vegetais e da fauna que delas depende, jamais coletando o único ou ultimo exemplar de uma espécie existente num determinado local, nem levando todos os frutos ou sementes disponíveis.
 
VI - Não farei coletas botânicas em infringência as leis e normas de proteção a Natureza, e em nenhuma hipótese violarei santuários como Parques Nacionais, Reservas Biológicas e outras Unidades de Conservação.
 
VII - Ao adquirir plantas de viveiros comerciais, buscarei sempre aqueles que propagam seus exemplares para venda, rejeitando os negócios com gigolôs criminosos que traficam plantas arrancadas à Natureza sem fazer qualquer esforço para propagá-las.
 
VIII - Rejeitarei e combaterei o uso de agrotóxicos e biocidas nos parques, praças e jardins, pois nada justifica romper mortalmente o equilíbrio natural, envenenando os ambientes recriados. Quando necessário, usarei métodos biológicos e brandos para restaurar o equilíbrio nas interações de flora/fauna.
 
IX - Divulgarei, pela prática e por todos os meios ao meu alcance, o paisagismo ecológico como precursor de uma nova forma de relação homem/Natureza, buscando o respeito e a convivência harmoniosa com os demais seres vivos, cujo direito á vida reconheço.
 
X - Como cidadão consciente, lutarei vigorosa e diuturnamente contra os interesses dos destruidores gananciosos da natureza e seus aliados, os governantes corruptos e políticos demagogos. Usarei o exercício de minha cidadania para defender o direito á vida dos demais seres que compartilham nosso planeta.

Fonte:  Cantinho Paisagismo 3