mercado de flores e plantas historicamente viveu de dois apelos: sedução e decoração social. Constantemente a vida está mudando, e as lojas devem acompanhar estas alterações de comportamento para que possam aumentar o número de vendas.

1-Transforme sua loja num lugar agradável a visitação

  • Crie um conceito para a loja.
  • Treine seus funcionários para as vendas.
  • Tenha mais variedade que seus concorrentes
  • Crie uma marca.
  • Invista em material de divulgação (site, panfletos, catálogos, etc.).
  • Desenvolva suas habilidades em arte floral.

2-Diferencie sua loja da concorrência

  • Garanta a durabilidade de seus produtos.
  • Tenha mais variedade que seus concorrentes.
  • Crie produtos exclusivos (pelo tamanho, por acessórios, pelos vasos ou pela combinação).
  • Tenha produtos tematizados.
  • Seja criativo na oferta de serviços (telentrega, estacionamento fácil, alternativas de pagamento, compras pela Internet, etc).

3-Crie valor a seus produtos

  • Procure diferenciar as características e os benefícios do que você está mostrando. As características, em geral, não criam valor: tamanho do pote, comprimento da haste, cor, etc.
  • Liste as características dos produtos que você vende atualmente, e para cada uma delas responda a pergunta-chave: “Isso quer dizer que…” (ou “O que isso quer dizer?”). Logo, encontrará o valor de cada artigo.

4-Não dependa das datas de pico

  • Estimule seu cliente a comprar flores e plantas em momentos casuais. Um jantar especial em casa, recebendo amigos, é uma oportunidade de comprar flores. Alguém que está deprimido poderia ficar melhor se recebesse flores.
  • Faça campanhas promocionais com o apelo do Bem-estar.  Ofereça arranjos para decorar o almoço de domingo.
  • Reforce as vendas em datas secundárias, como o Dia do Médico, o Dia do Amigo e outras.

5-Explore o nicho das assinaturas de flores e plantas

  • Formate um serviço de fornecimento de arranjos ou plantas semanalmente, com cobrança mensal. Concentre-se em vendas a consultórios médicos, profissionais liberais e grandes empresas. Faça atendimentos personalizados.

6-Tenha processos operacionais eficientes

  • Treine seus funcionários.
  • Tenha uma infraestrutura adequada em termos de espaço e equipamentos.
  • Estude as normas de qualidade (pesquise sobre os “5S”) e fique constantemente preocupado com as pequenas melhorias.
  • Questione-se sempre: o dia-a-dia facilita a vida dos funcionários? Sua loja é operacional?

7-Mantenha suas prateleiras abastecidas

  • Providencie um bom espaço para estocagem.
  • Selecione fornecedores de confiança.
  • Treine seus funcionários e crie os “grupos de qualidade” – cada um ficará responsável por uma área da loja (prateleiras vazias, produtos velhos, sujeira e apresentação visual).
  • Prefira expositores mais flexíveis, que possam ser tirados da loja em momentos de menor estoque, para que você concentre os artigos e garanta um bom impacto visual.

8- Crie seu roteiro de atendimento

9-Tenha atitude positiva para atender

10- Conheça seus produtos e informe sobre eles

  • Informe sobre como cuidar das plantas, seus significados e particularidades. Use linguagem simples (não técnica).
  • Divulgue essas informações nos meios de comunicação disponíveis: site, folheteria, painéis e prateleiras. Tenha uma coluna no jornal da sua cidade ou monte seu próprio boletim. Nas prateleiras, prefira linguagem visual para identificar as características de cada produto.
  • Tenha uma equipe capacitada para fornecer informações a respeito de poda, irrigação, adubação e ambientação das plantas que você está vendendo.

Para saber mais e ser tornar mais competitivo, acesse: Como Administrar sua Floricultura

Fonte: Sebrae.com.br