O alfabeto das flores

A mais bela de todas as flores, a mais amada, a mais presenteada, é a rosa. A rosa vermelha, que significa amor. Feliz de quem recebe um buquê de rosas vermelhas.

Mas, repare, a rosa amarela é um amor infiel. Porém, a branca é pureza e amor espiritualizado. A rosa cor-de-rosa é gratidão. E se você receber uma rosa só, ela traz uma mensagem de simplicidade. Se for virtual, e todas as manhãs, é uma dessas coisas que ajudam a viver.

Ao receber uma rosa, saiba que é uma flor de cinco mil anos. A rosa selvagem é ainda mais antiga. São flores solitárias. Mas os botões... Parecem fálicos.

Cada flor tem seus significados, suas mensagens. A tulipa, flor que enfeita os moinhos de vento, também representa amor, mas um amor fervoroso, duradouro, dedicado. No entanto, as tulipas amarelas são os amores sem esperanças. Os amores impossíveis que nos arrastam noite adentro, vida afora.

Alecrim, coragem e felicidade. Azaleia, elegância e felicidade. Antúrio, luxo, autoridade, exuberância. Cravo, amor puro e latente, entrega e liberdade - revoluções!

A Camélia, a branca, que traz mensagem de virtude - ou beleza perfeita as das outras cores - tem sua dama. A Dama das Camélias, personagem de Alexandre Dumas, Filho, apesar de ser uma cortesã, que fascinava Paris com ardis amorosos e uma vida luxuosa, é redimida pela virtude da flor.

O Ceará é produtor de flores. Que vocação mais bonita! No alto de uma serra, a nossa coroa. Devia haver um quiosque de flores da serra a cada esquina, e o hábito de comprarmos flores, e o hábito de nos apaixonarmos.

Se você estiver apaixonada, mande um crisântemo vermelho. Se receber um crisântemo amarelo, leia como uma mensagem de amor desdenhado. O branco quer dizer que alguém espera de você toda a sinceridade.

Arder no fogo do amor pode ser simbolizado pela flor-de-lis. Que era o símbolo também da monarquia francesa. E está no peito da nossa escritora mais sensível, Clarice Lispector.

Se uma pessoa querida abrir um negócio, mande-lhe um ramo de girassóis. Vai levar sorte, ouro, fortuna. A flor, em si, representa dignidade, glória e paixão, mas com altivez. Um mistério de flor, que parece uma mulher completamente siderada pelo Sol. Se for uma pessoa leal, modesta, singela, ela é como as pequeninas violetas.

Jacinto é a tristeza profunda, que essa flor carrega. Jacinto era um rapaz amado pelos deuses, e ele morreu devido a ciúmes de Zéfiro. Desesperado, Apolo tentou reavivar seu amado, inutilmente. Determinou que ele seria para sempre cantado em sua lira, e o transformou em flor.

O sangue de Jacinto virou uma flor de colorido mais belo que a púrpura tíria. Nela foi gravado o seu lamento e está escrito, Ai! Ai! Semelhante ao lírio, porém roxa, renasce todas as primaveras relembrando o destino do rapaz.

 

Jasmim é sorte, alegria, doçura. E o perfume! Ainda mais intenso à noite. O lírio, ah! Olhai os lírios do campo! Eles não fiam nem tecem. Contudo, nem mesmo Salomão, em todo o seu esplendor, se vestiu como um deles! Simboliza pureza da alma, inocência e paz.

Uma mulher ambiciosa é uma malva-rosa. Uma criança inocente, uma pessoa sensível, são margaridas. Alguém de coração puro é um nenúfar. Um amigo devoto, dedicado, é uma palma. Uma amiga tímida é uma peônia. Uma pessoa equilibrada, uma prímula.

Cuidado com as orquídeas! São tão femininas que fazem lembrar as entranhas de uma deusa do amor. São estranhas, absurdas, quase incompreensíveis. São quase infinitamente diferentes umas das outras, como as mulheres, mas todas iguais. Significam beleza feminina, amor e desejo.

O lucky bamboo cresce tão fácil que se chama assim, um bambu afortunado. E no Feng Shui incorpora os elementos naturais: água, fogo, terra, madeira, metal, tudo ali no contrapeso, dentro do ambiente. Dizem que traz muita sorte e também prosperidade.

Sempre será bom conhecermos os significados das flores. Elas podem ser uma carta, podem dizer mais que todas as palavras. Só ainda não sabemos que flores, nós, mulheres, podemos mandar para os nossos amados. Tulipas?

Ana Miranda